Logo Prefeitura de Salvador

CODECON divulga os resultados da Operação Semana Santa: Pesquisa de preço indica melhor local para economizar

Após duas semanas de fiscalização especial, a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON) concluiu mais uma Operação Semana Santa. A iniciativa, que visa garantir a segurança e a transparência nas nas relações de consumo durante esse período de grande movimento no comércio, combinou esforços de inspeção e uma abrangente pesquisa de preços em toda a cidade. As pesquisas indicam que a feira de São Joaquim oferece o melhor valor para a maioria dos ingredientes da ceia.

Neste ano, foram vistoriados 162 estabelecimentos, dos quais 11 foram notificados por irregularidades, como ausência de etiqueta de validade e falta de higiene. Esse número representa um aumento em comparação ao ano anterior, quando apenas uma notificação foi emitida. O diretor-geral da CODECON, Zilton Netto, explicou o crescimento: “Realizamos essa operação anualmente, buscando constantemente melhorar para atender todas as solicitações dos cidadãos. Além de visitarmos os locais selecionados por amostragem, também respondemos às denúncias relacionadas às ofertas deste período e conduzimos uma pesquisa de preços para auxiliar os consumidores que deixam suas compras para última hora”, ressaltou Netto.

Durante a operação, os agentes de fiscalização percorreram diversos bairros de Salvador, observando atentamente o cumprimento das normas do Código de Defesa do Consumidor (CDC), enquanto a pesquisa de preços foi realizada em feiras e supermercados, abrangendo uma variedade de itens essenciais para a celebração da Semana Santa, como peixe, camarão seco, leite de coco, quiabo e azeite de dendê.

Os detalhes completos da pesquisa de preço, incluindo as variações encontradas e as melhores opções para os consumidores, estão disponíveis no Instagram do órgão (@codecon_salvador). Para denunciar práticas abusivas nas relações de consumo ou obter mais orientações, os consumidores podem utilizar os canais oficiais de comunicação da CODECON, como o aplicativo Codecon Mobile, o aplicativo Fala Salvador, o site oficial do órgão, o portal do Fala Salvador ou a Central de Atendimento Disque Salvador – 156.

CODECON integra operação conjunta para inspecionar Ferry-Boat

Após receber uma multa de R$1 milhão da Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON), a Internacional Travessias continuou enfrentando críticas dos consumidores devido a falhas na prestação de serviços. Em resposta a novas denúncias, a CODECON integra uma grande operação de fiscalização, liderada pelo Ministério Público do Estado da Bahia, que inclui a participação de órgãos como ANVISA, VISA, Polícia Civil, Defesa Civil, Procon e Corpo de Bombeiros, realizada nesta terça-feira (19).

A operação conjunta tem como objetivo inspecionar todos os itens que garantem a segurança dos consumidores, dentro e fora das embarcações, como explica o diretor-geral da CODECON, Zilton Netto: “Realizamos vistorias constantes no ferry e já autuamos por falhas encontradas. No entanto, continuamos a receber denúncias de consumidores insatisfeitos com os serviços prestados pela empresa Internacional Travessias. Desta vez, integramos uma grande operação com diversos órgãos, cada um responsável por itens específicos de sua competência, para enviarmos um relatório técnico para o Ministério Público. Inclusive, notificamos a empresa por suspensão de serviço sem aviso prévio. Nosso objetivo é evitar tragédias e garantir uma boa prestação de serviço para os cidadãos”.

Nesta operação, a área de embarque, as bilheterias e todas as embarcações atracadas foram inspecionadas para verificar o cumprimento das ofertas, a acessibilidade, o estado de conservação dos assentos, a validade dos alimentos comercializados e dos itens de segurança, assegurar a manutenção atualizada das embarcações e observar a higiene dos locais, além do cumprimento de outras normas do Código de Defesa do Consumidor (CDC), visando garantir a segurança dos consumidores.

Serviço:

Para denunciar práticas abusivas nas relações de consumo, os canais oficiais são:
Aplicativo Codecon Mobile, Aplicativo Fala Salvador, site (www.codecon.salvador.ba.gov.br), portal do Fala Salvador (www.falasalvador.ba.gov.br) ou através da Central de Atendimento Disque Salvador – 156. A Central Municipal de Atendimento ao Consumidor funciona de segunda a sexta-feira em dias úteis, das 8h às 17h, na Rua Chile, nº 3, Centro.
Para mais orientações, o cidadão pode ligar para o número: (71) 3202-6270 ou acessar as redes sociais do órgão.

CODECON realiza Operação Semana Santa com fiscalização e pesquisa de preço

O período que antecede a Semana Santa impulsiona o comércio com consumidores em busca chocolates e de ingredientes para a ceia, resultando em um aumento nas ofertas e nas denúncias por irregularidades. Para auxiliar os consumidores na pesquisa de preços e coibir práticas abusivas, a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEMOP), realiza anualmente a Operação Semana Santa. Neste ano, a operação teve início em 13 de março e seguirá até 27 de março, com a divulgação da pesquisa de preço marcada para o dia 25 de março.

O diretor-geral da CODECON, Zilton Netto, compartilhou algumas dicas para os consumidores aproveitarem as ofertas sem preocupações: “O consumidor deve estar atento aos detalhes em diversos aspectos na hora das compras, como os ovos de Páscoa com brinquedos, que devem conter a idade indicativa e o selo do INMETRO. Nos ingredientes, seja em feiras ou mercados, é fundamental observar a data de validade nos produtos, a higiene do local e as informações de composição do produto. A CODECON está nas ruas, mas também precisamos do cidadão como fiscal de seus direitos, atentos e prontos para denunciar qualquer abusividade”, ressaltou Netto.

Espalhados por diversos bairros de Salvador, os agentes de fiscalização observam o cumprimento das normas do Código de Defesa do Consumidor (CDC), como o armazenamento dos alimentos, a higiene dos locais, a exposição de preços, o cumprimento das ofertas e o selo do Inmetro em chocolates com brindes infantis. Já a pesquisa de preços é realizada em todas as feiras e nos principais supermercados, incluindo itens como peixe, camarão seco, leite de coco, quiabo e azeite de dendê. A divulgação dos resultados da pesquisa está prevista para o dia 25 de março, nas redes sociais e no site do órgão.

Serviço:

Para denunciar práticas abusivas nas relações de consumo, os canais oficiais são:
Aplicativo Codecon Mobile, Aplicativo Fala Salvador, site (www.codecon.salvador.ba.gov.br), portal do Fala Salvador (www.falasalvador.ba.gov.br) ou através da Central de Atendimento Disque Salvador – 156. A Central Municipal de Atendimento ao Consumidor funciona de segunda a sexta-feira em dias úteis, das 8h às 17h, na Rua Chile, nº 3, Centro.
Para mais orientações, o cidadão pode ligar para o número: (71) 3202-6270 ou acessar as redes sociais do órgão.

Operação Carnaval 2024

CODECON emite notificação ao parque de diversões de Cajazeiras devido ao acidente

Após o acidente que deixou duas pessoas feridas no parque de diversões em Cajazeiras, a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEMOP), notificou os responsáveis para apresentarem todos os documentos necessários para comprovar a permissão de funcionamento e a realização das manutenções exigidas. A empresa responsável deve responder em até 48 horas, correndo o risco de ser multada e ter sua interdição, inicialmente realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), prorrogada.

Para o diretor-geral da CODECON, Zilton Netto, a segurança dos cidadãos é um pilar fundamental em qualquer local: “Estamos acompanhando de perto o desenrolar dessa situação que deixou duas pessoas feridas em um local de lazer que deveria oferecer segurança a todos. Os parques de diversões e locais similares fazem parte do roteiro da CODECON, mas não podemos deixar de contar com a colaboração e a sensibilidade dos cidadãos para nos ajudar a identificar e denunciar quaisquer irregularidades”, ressaltou Netto.

Para denunciar possíveis infrações, os canais oficiais são:
Aplicativo Codecon Mobile, Aplicativo Fala Salvador, site (www.codecon.salvador.ba.gov.br), portal do Fala Salvador (www.falasalvador.ba.gov.br) ou através da Central de Atendimento Disque Salvador – 156. A Central Municipal de Atendimento ao Consumidor funciona de segunda a sexta-feira em dias úteis, das 8h às 17h, na Rua Chile, nº 3, Centro.
Para mais orientações, o cidadão pode ligar para o número: (71) 3202-6270 ou acessar as redes sociais do órgão.

CODECON encerra Operação Carnaval 2024 com redução de infrações durante a folia

Com reforço nas ações educativas para consumidores e fornecedores, a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEMOP), identificou 166 estabelecimentos irregulares e reduziu a quantidade de notificações emitidas em 69.32% em comparação ao ano anterior, quando foram emitidas 541 notificações. As autuações também foram reduzidas; neste ano, apenas três estabelecimentos receberam sanção por motivos graves ou recorrentes, enquanto no ano anterior, 13 foram autuados. As irregularidades foram corrigidas em até 24 horas, e os estabelecimentos autuados poderão pagar multas que variam entre R$900,00 e R$9 milhões, além de correrem o risco de serem interditados em caso de novos registros das mesmas infrações.

O Balcão externo da CODECON, localizado mais próximo do circuito Dodô (Barra-Ondina), recebeu 312 consumidores para orientações sobre a relação de consumo. O diretor-geral da CODECON, Zilton Netto, falou sobre a importância das ações educativas na redução das infrações: “Realizamos diversas ações educativas para conscientizar os fornecedores e informar os consumidores sobre seus direitos, buscando o equilíbrio nas relações de consumo, para que todos saiam ganhando. Neste ano, iniciamos as orientações e visitas durante a Operação Verão, um trabalho que teve repercussão positiva nos resultados da Operação Carnaval. Estamos felizes com essa redução e continuaremos trabalhando para diminuir ainda mais as irregularidades”, ressaltou Netto.

As infrações mais comuns foram a falta de informações, como datas de validade ou preços, a ausência de placas antifumo em locais fechados, e condições inadequadas de higiene e armazenamento. As autuações foram emitidas devido à falta de acessibilidade em camarotes e à venda de produtos fora do prazo de validade. Apesar do término da Operação Carnaval 2024, os canais de denúncia, como o aplicativo CODECON MOBILE, permanecem abertos para todos os cidadãos.

Serviço:

A partir de quinta-feira, dia 15 de fevereiro, a Central Municipal de Atendimento ao Consumidor, localizada na Rua Chile, no Centro, retomará os atendimentos presenciais, das 8h às 17h. Para agendar um atendimento ou fazer uma denúncia, os consumidores podem acessar o site www.codecon.salvador.ba.gov.br.

Skip to content